Saturday, June 25th, 2022

Principais funções de um cuidador de idosos em clínicas geriátricas

Segundo algumas pesquisas e estudos, a população idosa brasileira vai triplicar até o ano de 2050. Significa que os cuidadores de idosos, responsáveis em auxiliar a saúde, segurança e o bem-estar de pessoas idosas, vai se tornar uma profissão altamente necessária em um futuro muito próximo.

Com essa realidade de fortalecer ainda mais os familiares mais idosos surge então a disponibilidade e o preparo de profissionais em cuidar das pessoas mais idosas de maneira que seja altamente adequada. Porém, você entende sobre os benefícios e as funções dessa profissão? O cuidador de idosos terá uma tarefa altamente gratificante, mas, irá trazer um certo grau de complexidade.

Se você deseja aprender mais sobre a profissional de cuidador de idosos, continue neste post e descubra sobre as características desse profissional, veja quais são as atribuições e quais são os Curso de Cuidador de Idosos que poderá fornecer a melhor qualificação ao profissional.

Vamos lá?

As principais funções do cuidador de idosos

As devidas atribuições do cuidador poderão variar de acordo com a sua função e com a saúde do idoso. Por conta disso, selecionamos neste artigo algumas das tarefas que o profissional poderá desempenhar caso ele ingresse nessa profissão:

  • Auxiliar o idoso na realização da sua higiene pessoal, como, por exemplo, a troca de fraldas, banho e na escovação dos dentes;
  • Fazer a devida companhia ao idoso durante o dia, proporcionando todas as devidas atividades com o objetivo de entrete-lo e trazer prazer e alegria, como, por exemplo, conversar, caminhar, tomar sol, entre outras atividades;
  • Ministrar as devidas medicações necessárias dentro dos horários definidos pelo médico;
  • Ajudar nas atividades domésticas, inclusive, na hora de preparar e servir as refeições diárias;
  • Zelar sempre pelo ambiente no qual o idoso se encontra, que deverá ser limpo e organizado, e altamente prevenindo de acidentes;
  • Garantir sempre o bem-estar do idoso, o cuidador deverá ser sempre vigilante, com o objetivo que o idoso sempre de mantenha confortável, alimentado e medicado.

As características essenciais de um cuidador de idosos

Diversas vezes a gente se depara com notícias sobre os idosos que sofreram diversos maus tratos por parte de profissionais. Com a má escolha e a confiança em um mau profissional, esses tipos de coisas vão acontecer.

As pessoas jamais vão envelhecer da mesma maneira. Alguns idosos alcançam com uma idade avançada com bastante saúde, com bom humor e disposição, já outros presenciam o avanço da velhice com muito pesar, sofrendo por diversas doenças e limitações, refletindo em seu modo de ser e de interagir com os outros.

Sempre antes de ingressar na profissão de cuidador de idosos, é fundamental ter consciência dos desafios que serão impostos por esse trabalho. Pois, o cuidar de idosos vai exigir que os profissionais tenham uma série de características, que serão capazes de melhorar significativamente a qualidade de vida do paciente, além da relação entre quem está sendo cuidado e de quem cuida.

Paciência em cuidar

Com o envelhecimento das pessoas, é muito natural que as pessoas sofram algumas modificações intensas, sendo física, emocional ou até cognitivamente.

Com o tempo o nosso corpo não será mais tão rápido, ágil e flexível quanto o tempo que as pessoas são jovens. Os reflexos se tornam mais lentos, a visão mais turva, e fazer as tarefas comuns poderão ser um grande desafio.

Portanto, a paciência será uma característica muito importante para o cuidador, com ela você se tornará ainda mais compreensivo com as limitações do idoso, auxiliando-o assim da melhor maneira possível.

Empatia pelo idoso

Todas as pessoas tendem a se tornarem idosos. E, por conta disso, sempre devemos nos colocar no lugar do idoso, compreender sobre o quanto pode ser difícil lidar com os desafios que vem com o avanço da idade.

A empatia vai ajudar o cuidador a tratar os idosos do mesmo modo que gostaria o cuidador gostaria de ser tratado se estivesse naquela situação de fragilidade. Portanto, o cuidador deve fornecer o tratamento que gostaria de receber ou o tratamento que os seus pais ou avós devem receber.

Os idosos são seres humanos e por isso merecem respeito. E nos colocar no lugar deles vai nos ajudar a entendê-los melhor.

Atenção com o idoso

É função do cuidador fornecer sempre ao idoso as devidas medicações corretas, com as doses e nos horários adequados. O cuidador também deverá cuidar da alimentação, higiene, conforto e do bem-estar do mesmo.

Como, por exemplo, imaginar ministrar a um idoso um determinado medicamento com uma dosagem incorreta ou até deixá-lo cair hora do banho por não estar atento com os pegadores de mão, seria algo horrível, correto?

Por conta disso, a atenção é uma das características que serão fundamentais ao profissional, e se isso acontecer, o cuidador deve estar altamente treinado, portanto, é fundamental que todo cuidador tenha em seu currículo um Curso de Primeiros Socorros.

Conhecimentos específicos

Existem diversos conhecimentos específicos que buscam facilitar o trabalho do cuidador. Há algumas técnicas específicas para dar banho, para acalmar os idosos, e auxiliar em todos os problemas relacionados com à saúde.

Por conta disso, é muito importante que o cuidador, além de ter um perfil adequado, apresenta sempre os conhecimentos específicos, que tendem a auxiliar o exercício de seu trabalho com a devida segurança.

Depois de ler sobre as principais funções de um cuidador de idosos em clínicas geriátricas, você ficou com alguma dúvida?

Se você gostou do que leu, comente aqui embaixo sobre essas dicas e mande os resultados logo a seguir. E se quiser compartilhe essas dicas com os seus amigos e amigas.

Grande abraço e até o próximo post!Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Certificado Cursos Online, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre cursos, educação e diversos segmentos