Wednesday, May 18th, 2022

Melhores Dicas para um seguro de bike

Com o aumento de números de adeptos ao ciclismo no Brasil, algumas alternativas para manter a segurança estão sendo procuradas com maior frequência, como é o caso do seguro de bike.

Se você gosta de pedalar e quer mais tranquilidade nos seus passeios, separamos algumas dicas para você seguir ao fazer a escolha do seguro de sua bike.

Entenda o que é um seguro de bike e tenha conhecimento do que deve ser relevante para avaliar na hora de fazer a escolha do seguro ideal para você.

O que é esse seguro de bike?

É possível afirmar que o seguro de bike é bem parecido, por exemplo, com o seguro de veículos, com exceção a questão dos métodos de fazer a contratação.

Essa cobertura envolve três etapas, sendo elas distintas e que podem variar dependendo da seguradora que for contratada para prestar esse serviço.

As etapas envolvidas na cobertura do seguro são: o sinistro, que é a situação em que o seguro vai ser acionado para realizar o serviço contratado.

Também estão envolvidas a etapa de contratação, onde o acordo entre o cliente e a seguradora é firmado, e a verificação, para saber se a bike realmente é da pessoa solicitante do seguro.

É possível encontrar inúmeras empresas de seguro de bike, com vários planos e cobertura, sendo que, um dos melhores é o da empresa Bike Registrada.

Se você decidiu fazer a contratação do seguro de sua bike, vamos apresentar algumas dicas para que você escolha o que mais se encaixa com seu perfil e necessidades.

Dicas de como escolher um seguro de bike

Para que você se sinta confiante na hora de fazer a contratação do seu seguro de bike, escolhendo o mais adequado às suas necessidades, confira algumas dicas importantes a seguir durante esse processo de escolha.

Verifique as coberturas e faça uma avaliação

É importante que você verifique quais são as coberturas oferecidas pela seguradora de interesse, avaliando também quais são as mais adequadas para você.

Algumas das coberturas mais oferecidas, são:

  1. Assaltos, furtos qualificados e roubos – essas situações envolve o uso da força, seja a bike guardada, ou quando utilizada;
  2. Acidentes – nesse caso a empresa cobrirá o reparo da bike, assim como a reposição das peças danificadas;
  3. Danos a terceiros ou responsabilidade civil – nessa situação, prejuízos ou danos causados a terceiros são cobertos pela seguradora;
  4. Viagens para fora do Brasil – dependendo do plano que você contratar, a seguradora cobrirá a questão de transporte da sua bike para outro país.
  5. Acidentes – nesse caso, você e sua família ficarão protegidos caso ocorra algum acidente ou morte por acidente.
  6. Serviço 24 horas – nesse caso, você terá assistência 24 horas, te socorrendo em qualquer hora que houver uma emergência quando estiver pedalando.
  7. Reboque – sim, alguns planos de seguro oferecem reboque da bike, quando preciso.
  8. Transporte em caso de acidentes – há também essa cobertura em que o cliente tem o direito de ser transportado para o hospital mais próximo se ocorrer acidentes com ele.

Essas são algumas situações em que o seguro faz a cobertura e presta o serviço.

Avalie a empresa seguradora

Na hora de escolher a empresa para fazer o seguro da sua bike, é importante também que você possa analisar a empresa.

Sendo assim, é importante verificar a sua relevância no mercado, se tem reconhecimento nesse setor, e o mais importante, se tem um conhecimento em relação a área do ciclismo.

Analise as facilidades

Assim como em outros tipos de seguro, há algumas seguradoras voltadas para a bike que são bem burocráticas em relação à contratação do serviço.

Sendo assim, busque empresas que facilitem sua vida, como por exemplo a Bike Registrada, que possui etapas simples para fazer a simulação e contratação do seguro de sua bicicleta.

Busque sempre aquelas seguradoras que estão dispostas a facilitar a sua vida, com a possibilidade até de uma contratação online.

Entenda como funciona as franquias

Geralmente esses seguros fazem a indenização de um valor entre 80 e 90% do total que está sendo segurado.

Os outros 20% ou 10% é o chamado POS ( Participação Obrigatória do  Segurado), que recai sobre o total do valor do prejuízo.

Sendo assim, é importante analisar o processo que ocorre nos casos de sinistro, buscando sempre a empresa onde as etapas são resolvidas das maneiras mais simples possível.

Verifique o que o seguro abrange

Busque também analisar a abrangência do seguro, pois é muito importante saber em quais lugares há cobertura e ele é válido.

Existem empresas que fazem a cobertura tanto em todo o território nacional, como também fora do país, uma vez que, em alguns casos o seguro por ter uma limitação em relação ao território que ele faz a cobertura.

Sendo assim, antes de fazer a contratação da seguradora, busque verificar em quais áreas do território o seguro abrange.

Verifique se os acessórios estão inclusos na cobertura

É essencial, antes de fazer a contratação dos serviços da seguradora, verificar se a empresa oferece um plano no qual há a cobertura não só da bike, como também de seus acessórios.

Em algumas empresas, essa modalidade é oferecida como um tipo de cobertura adicional, sendo interessante para os ciclistas de alta performance que investem muito em equipamentos.

Dessa forma, se você quiser fazer o asseguramento também dos seus assessórios, verifique com a empresa se ela também oferece esse tipo de serviço.

Faça uma análise em relação aos diferenciais como também do custo benefício

Analisar o custo benefício também é importante para que você possa fazer uma boa escolha na contratação do seguro da sua bicicleta.

Geralmente os seguros são oferecidos por empresas que têm um vasto conhecimento do mundo do ciclismo, conseguindo analisar melhor as necessidades de cada cliente.

Sendo assim, antes de fazer a contratação, observe quais os diferenciais a empresa têm a oferecer, como  também se vale a pena contratar o seguro.

Seguindo essas dicas, é possível contratar um bom seguro para sua bike e sair pedalando com tranquilidade!