Wednesday, May 18th, 2022

Você sabe como escovar os dentes corretamente? 

Os cuidados com a higiene bucal são essenciais para a manutenção da saúde geral. Afinal, doenças odontológicas podem se espalhar por todo o corpo, causando sérios problemas para os pacientes. Por isso, saber escovar os dentes corretamente é essencial.

A escovação é uma das práticas mais importantes no processo de higiene bucal. Isso porque, somente por meio dessa ação, conseguimos remover os restos de alimentos e evitar que a placa bacteriana se acumule no esmalte.

Portanto, com a ajuda de uma boa escovação, podemos limitar a ação dos microrganismos e prevenir o desenvolvimento da maioria das doenças que afetam os dentes e outros tecidos bucais, como:

  • Cáries dentárias;
  • Gengivite;
  • Periodontite;
  • Retração gengival;
  • Candidíase oral, etc.

Porém, por se tratar de uma ação quase automática, muitas pessoas acabam cometendo erros importantes que tornam esse cuidado desnecessariamente eficaz.

Então, se você quer garantir uma boa saúde bucal e um sorriso sem doenças, continue lendo!

Como escovar os dentes corretamente

Muitas pessoas não sabem, mas buscar uma clínica dentária para acompanhamento periódico é essencial para uma boa escovação.

Isso porque, durante as consultas, os profissionais ensinam as melhores formas de cuidar da boca e dos dentes.

Esse tipo de monitoramento é muito importante porque, ainda hoje, muitas pessoas acreditam que a higiene bucal não demanda tanta atenção. Por isso, acabam cometendo uma série de erros que tornam toda a boca mais suscetível a doenças.

Pensando nisso, separamos algumas dicas de como realizar uma boa escovação no dia a dia. Confira:

  1. Não tenha pressa

Por se tratar de uma ação monótona, muitos pacientes acabam escovando com pressa. No entanto, os resquícios de alimentos só podem ser removidos por fricção.

Portanto, se você não escovar a superfície por tempo suficiente, não poderá remover os resíduos com sucesso.

Caso você use um aparelho transparente, ou até mesmo o comum, é preciso ter ainda mais atenção durante a escovação. A recomendação geral é que esse tempo de limpeza não seja inferior a dois minutos.

  1. O excesso pode prejudicar

A repetição excessiva desse processo de higiene pode eventualmente causar o desgaste do esmalte (o revestimento protetor dos dentes), levando a sensibilidade e problemas no tecido gengival.

Portanto, a situação ideal é que os pacientes escovem os dentes 3 vezes ao dia ou após as principais refeições.

Vale lembrar que, pacientes com diabetes ou problemas cardíacos, essa quantidade pode variar e exigir uma frequência um pouco maior — caso esse seja o seu caso, converse com um dentista endodontia e também, seu clínico geral ou cardiologista.

  1. Escove sem força

Aplicar muita força na escova pode empurrar as gengivas e causar exposição permanente das raízes que protegem os tecidos moles. Além disso, essa pressão extra pode machucar seus lábios e bochechas.

Portanto, é necessário escovar os seus dentes com movimentos precisos, porém delicados. Caso você note sangramento ou dor ao escovar os dentes, procure uma clínica dentista 24 horas e busque entender a causa.

  1. Aguarde um tempo antes da escovação

É importante escovar os dentes após uma refeição, mas também é importante evitar que essa ação ocorra imediatamente após a ingestão do alimento.

Isso porque, nesses momentos seguintes, a saliva permanece ácida e o esmalte fica mais propenso ao desgaste.

Por isso, profissionais da odontologia aconselham os pacientes a esperar cerca de 30 minutos para que o pH da boca volte a ficar neutro, assim os dentes não correm mais riscos de grandes danos.

Como escolher os melhores produtos?

Outro erro comum que os pacientes cometem tem a ver com a escolha dos itens utilizados para a limpeza bucal, além da frequência com que eles devem ser substituídos.

Isso porque, embora haja uma grande variedade de tipos e modelos disponíveis no mercado, optar pelo produto que atende melhor suas necessidades é fundamental.

Certifique-se de que o tamanho da escova e a quantidade das cerdas seja o compatível para o tamanho da sua boca, também se são macias o suficiente para não agredir sua gengiva.

Além disso, escolha um creme dental de qualidade — isso não quer dizer que o melhor é o mais caro ou então, o que mais aparece nos anúncios.

Em caso de dúvidas, consulte o seu dentista, certamente ele terá as recomendações perfeitas para você e os seus dentes como a melhor marca, quantidade de creme dental que você deve utilizar e qual o melhor enxaguante.

Se você tiver filhos, comece agora mesmo a pesquisar uma clínica dental infantil e garanta que os pequenos tenham uma boa rotina de limpeza bucal desde cedo.

Afinal, mesmo sendo dentes de leite, eles precisam cuidar de sua higienização dentária para garantir que os permanentes nasçam fortes e saudáveis. 

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Status Fit Center, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.