Wednesday, May 18th, 2022

Quais são os tipos de mineração no Brasil

Quais são os tipos de mineração no Brasil? As reservas aqui em nosso país são ricas em extremo, e ainda se tem muito o que explorar. 

A maioria desses minerais industriais tem a sua concentração no estado do Pará e de Minas Gerais, incluindo bauxita, minério de ferro e ouro. Amapá e Mato Grosso possuem os depósitos em maioria do minério manganês. 

Em maioria o caolin é encontrado na bacia amazônica. Enquanto as reservas de carvão com baixa qualidade encontramos no Estado do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. 

Ferro, bauxita, ouro…

Mineração no Brasil. Abrigando a segunda maior reserva de ferro do mundo, a quarta maior reserva de bauxita e a sétima maior reserva de ouro, a base da proeminente indústria mineral brasileira é principalmente minérios metálicos. 

Embora a indústria mineira do país remonta à busca pelo ouro nos tempos coloniais e tenha sido um dos principais contribuintes para a ocupação territorial interior, sua importância econômica histórica ainda está muito presente até o momento.

A produção de mineração no Brasil atingiu 41 bilhões de dólares em 2020 e gerou mais de 170 mil empregos diretos. Ao longo dos anos, o setor tornou-se imperativo para o crescimento da economia local, especialmente nos estados do Pará e Minas Gerais.

Um reino de minério de ferro vermelho enferrujado

Apesar de sua diversidade de recursos, o minério de ferro é, sem dúvida, a espinha dorsal do sucesso da mineração brasileira. Só em 2019, as exportações de ferro compõem o dobro do valor de todas as outras exportações de metais do Brasil juntas. 

No ano seguinte, o país contribuiu com aproximadamente um quinto da produção global de minério de ferro.

A história por trás da predominância desse metal está fortemente ligada à da mineradora multinacional brasileira Vale. A empresa – cujas operações se concentraram originalmente no estado de Minas Gerais – também é a única proprietária da mina de Carajás, a maior mina de ferro do mundo, localizada no norte do estado do Pará. No total, contribui com mais de 300 milhões de toneladas métricas de minério de ferro anualmente.

Em última análise, isso se liga à margem abrangente da Vale como a principal empresa de mineração e metalúrgica do Brasil e uma das maiores produtoras de ferro do mundo.

Mineração no Brasil: Quais regiões são mais ativas?

Mineração no Brasil. As regiões minerais mais ativas do Brasil estão nos estados de:

  • Minas Gerais (reservas de pedras preciosas, minério de ferro, ouro, manganês, alumínio, grafite, bauxita, terras raras e nióbio)
  • Mato Grosso (reservas de manganês e ferro)
  • Pará (reservas de ouro, minério de ferro, alumínio, cobre, níquel e manganês), Bahia (reservas de bauxita, ferro, níquel e cromo)
  • Rondônia (reservas de estanho, estanho). ouro, manganês e diamantes).

Existem atividades minerais em outros estados brasileiros também, mas elas não são tão maduras.

Quais são os minerais alvo?

Considerando o extenso território brasileiro, possui uma grande diversidade geológica de minerais metálicos e não metálicos, incluindo alguns que ganharam relevância global devido aos recentes avanços tecnológicos (por exemplo, nióbio de lítio e tantalite) e cujo tamanho de reservas minerais se destaca.

No entanto, os minerais alvo, conforme a quantidade exportada pelo Brasil em 2015 e 2016, são minério de ferro, bauxita, alumínio, nióbio, cobre, manganês, ouro e outros. 

As reservas de terras raras têm sido ativamente prospectadas no Brasil, e se alguns projetos no Sudeste do Brasil se tornarem viáveis, isso certamente aumentará o interesse geral por esses minerais no Brasil.

Minas Gerais, uma terra de riquezas

Além do destaque da mina de Carajás no Pará, Minas Gerais segue de perto como o segundo maior estado produtor de minério de ferro do país, com cerca de metade da produção nacional de minério de ferro.

Na verdade, o ambiente fértil de recursos deste estado foi o que primeiro garantiu seu nome no início dos anos 1700, que se traduz do português para “minas gerais”. 

Séculos após a descoberta do ouro na região, o estado ainda lidera a produção desse metal precioso, bem como na produção brasileira de zinco e nióbio.

Pedras preciosas

Ágatas

O Brasil se destaca por ser o maior produtor do mundial de ágatas. O Estado do Rio Grande do Sul é o que mais produz, realizando a extração desde 1830. 

Em Minas Gerais também acontece a extração, assim como na Bahia. Nas águas marinhas.

No entanto, o Estado de Minas Gerais é o que mais produz pedras valiosas de todo o mundo. Outros Estados também produzem como: Paraíba, Espírito Santo, Alagoas, Rio Grande do Norte, e Ceará. 

O Brasil pode se orgulhar por ser o país que mais produz ametista, tendo sua maior produção nos Estados da Bahia e Rio Grande do Sul.

O maior produtor de ametista do Brasil é a cidade de Ametista do Sul, no Rio Grande do Sul. Essa pedra era muito rara e cara em todo o mundo.

Diamantes

Alguns séculos atrás, o Brasil foi o maior produtor de diamantes do mundo. A mineração ocorreu primeiro na Serra da Canastra, região de Diamantina, e depois, em 1850, na Bahia, até mesmo queda do preço da pedra mundial devido ao excesso de produção. 

Hoje, o Brasil produz cerca de 1 milhão de quilates por ano, principalmente no Estado de Minas Gerais, mas também em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Paraná e Roraima. Praticamente todos os estados do país têm diamantes. 

A mineração no Brasil é um setor que ainda não foi explorado por completo, nossa Terra é rica em minérios, por isso cuidemos do meio ambiente porque ele ainda tem muito a nos oferecer.