Wednesday, May 18th, 2022

Sinais que preciso procurar um dentista

As consultas com o dentista se tornaram uma prioridade conforme cada vez mais estudos foram sendo publicados, relacionando as doenças bucais com condições patológicas sistêmicas que acometem todo o organismo.

Através dessa conscientização, a preocupação dos brasileiros com a saúde bucal também têm aumentado.

A saúde oral é determinante para a conquista de uma mastigação, deglutição, dicção e até respiração mais adequada. Mas, além disso, a falta de cuidado com essas estruturas também pode prejudicar a qualidade do sorriso e a autoestima dos pacientes.

Isso porque, o acúmulo de placa bacteriana, tártaro e toda a ação microbiana bucal, é capaz de danificar o esmalte dentário – camada externa dos dentes, responsável pela proteção – e os tecidos gengivais, afetando a estética e trazendo enfermidades, como:

  • Cáries;
  • Gengivite;
  • Periodontite;
  • Estomatite aftosa;
  • Câncer de boca, entre outros.

Essas condições são responsáveis pelo amarelamento e pelo aspecto envelhecido, pelo enfraquecimento das estruturas e até pelo edentulismo – perda total do dente. 

Por isso, o uso de um plano dentario empresarial como forma de viabilizar a realização de consultas frequentes com o dentista se tornou tão imprescindível para o público.

Sinais de que você precisa ir ao dentista

No entanto, ainda que muitas pessoas compreendam sobre a real importância do acompanhamento odontológico constante, ainda é muito comum que haja uma certa confusão acerca da constância necessária – e apropriada – das visitas aos consultórios.

Ainda que a necessidade desse acompanhamento possa variar entre os pacientes, de acordo com os quadros clínicos, a boca apresenta alguns sinais de que a intervenção profissional deixou de ser optativa e se tornou uma necessidade.

Entre os principais sintomas que requerem atenção especial, temos:

  1. Surgimento de dores

Normalmente os problemas bucais tendem a ser silenciosos, ou seja, não apresentam sintomas intensos que indiquem a presença de um quadro patológico, como dores ou desconfortos.

Por isso, é comum que as pessoas acabam procurando o médico apenas em situações mais avançadas.

Isso porque, quando as doenças dentais passam a causar dores, isso significa que os tecidos mais internos dos dentes – que são abundantes em tecidos nervosos – passaram a ser atacados. 

Assim, não somente o tratamento se torna mais difícil, mas o risco da perda do dente é maior.

  1. Hemorragia gengival

O sangramento gengival, identificado no momento da escovação ou mastigação, pode ocorrer por diversos motivos. Por esse motivo, é muito importante que os pacientes se atentem com a melhora da escovação e a percepção de quanto tempo ela dura.

Pois, se esse sintoma não desaparecer com a mudança dos hábitos de higiene, isso pode indicar a presença de alguma doença mais séria como a gengivite ou a periodontite e querer a intervenção médica imediata.

  1. Feridas que demoram a cicatrizar

As estomatites aftosas – também conhecidas como aftas – e as lesões nos tecidos moles da boca podem ser resultado da falta de higiene adequada, do encaixe inapropriado de acessórios dentais ou ainda ser uma consequência de uma alimentação mais ácida.

Entretanto, o uso de convenio odontologico empresarial pode ser necessário caso essas lesões não desapareçam em um 15 dias. Isso porque, isso pode indicar o surgimento de casos mais severos como o câncer e, assim, o dentista deve ser consultado o quanto antes.

  1. Halitose excessiva

O jejum prolongado, a desidratação, os maus hábitos ou a alimentação inadequada podem ser um grande causador do mau hálito. No entanto, esse também pode ser um sintoma que há algo de errado com a sua saúde bucal.

A persistência dessa condição deve ser acompanhada de perto por um dentista qualificado, como forma de garantir a integridade das estruturas bucais e a prevenção de doenças que podem ameaçar todo o organismo.

Como um plano odontológico pode auxiliar na manutenção da saúde bucal?

Como visto anteriormente, o uso de um convenio odontologico para mei ou de outros tipos de serviços de assistência dentária, pode ser necessário em diversas situações. Afinal, eles facilitam o acesso a médicos e tratamentos essenciais para a manutenção da saúde.

O cuidado odontológico profissional é conhecidamente mais caro, o que acaba impedindo as pessoas que procuram por esse serviço, com a frequência necessária para a prevenção de doenças – que é, por sua vez, de uma vez a cada seis meses.

No entanto, o plano odontologico empresarial preços, bem como os demais tipos de planos individuais, possuem a vantagens de cobrarem valores mensais bastante baixos, fazendo com que os usuário do serviço tenha acesso a inúmeros tratamentos, como:

  • Consultas diagnósticas;
  • Exames de imagem;
  • Atendimento emergencial 24h;
  • Tratamento de cáries e canal;
  • Limpezas dentárias profissional;
  • Aplicação de flúor;
  • Cirurgias simples;
  • Remoção dentária, entre várias outras intervenções.

E tudo isso é garantido, porque a Agência Nacional de Saúde (ANS) é responsável por fiscalizar todos os planos odonto empresarial, certificando a qualidade do serviço prestado e de que os preços cobrados sejam justos.

Com o auxílio de uma assistência dentária não somente o titular do plano pode desfrutar de atendimentos mensais sem precisar de se preocupar com os custos, mas esse benefício também pode ser direcionado para os familiares ou dependentes.

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.