Saturday, April 13th, 2024

Patologia bucal: descubra a importância dela e como ela pode te ajudar

Muita gente acha que a odontologia está apenas concentrada em problemas que afetam os dentes, o que não é o caso. A patologia bucal vem como uma especialidade fundamental para manter a cavidade oral saudável e higiênica, já que cuida de toda essa área, não se limitando somente aos dentes e as gengivas.

Antes de entender um pouco mais sobre esse assunto, é sempre bom relembrar que a principal forma de evitar problemas bucais e do uso de prótese dentária, por exemplo, é através de uma boa higienização, realizando pelo menos três vezes ao dia, utilizando fio dental e enxaguante bucal, para remover todas as bactérias.

Dessa maneira, é de suma importância conhecer um pouco mais sobre como funciona a patologia bucal e como ela pode te ajudar a melhorar a saúde de sua boca, já que essa cavidade é responsável por proteger diversas partes do corpo, principalmente os dentes, podendo até mesmo necessitar de lente de contato dental, por exemplo.

O que é patologia bucal?

É muito comum as pessoas sofrerem alguma lesão e, quando isso acontece, o mais recomendado é que se vá a uma clínica odontológica. Porém, a patologia bucal é uma área específica que visa buscar e entender como as doenças bucais são causadas e, através disso, pode até mesmo indicar se um clareamento a laser é necessário.

Além de fazer esse estudo constante e conseguir compreender as causas das doenças, a patologia bucal também é a responsável de diagnosticar de maneiras mais assertiva qual doença a pessoa pode estar tendo naquele momento e ainda pode fazer parcerias com farmácias e recomendar os melhores medicamentos possíveis.

Vale lembrar também que a patologia não estuda somente a cavidade bucal em si, mas tudo que a circunda, conhecido comumente como a área bucomaxilofacial, que engloba as seguintes áreas:

  • Cavidade oral;
  • Regiões da face;
  • Regiões do pescoço;
  • Maxilar.

Dessa forma, a patologia bucal pode até mesmo determinar se uma pessoa precisar utilizar um aparelho dental invisível, já que também é responsável por diagnosticar todos os problemas que podem ocorrer na arcada dentária, podendo até mesmo fazer uma análise microscópica sobre o impacto nas células de cada pessoa.

Pensando assim, pode-se entender que a patologia bucal é muito diferente de um diagnóstico feito em um consultório convencional, pois ela procura com afinco a causa e origem de todo e qualquer possível sinal de doença, além de também fazer um estudo ambulatorial mais profundo, conseguindo adquirir melhor conhecimento para tratamentos.

Principais doenças que a patologia bucal estuda

Agora que ficou mais fácil de se entender do que se trata a patologia bucal e qual sua importância para as clínicas odontológicas, já que pode até mesmo indicar o uso do aparelho de porcelana, é importante também conhecer algumas das principais doenças que a patologia bucal estuda.

  1. Placa bacteriana

A placa bacteriana é uma doença que afeta diversas pessoas diariamente, e é causada pelo acúmulo de bactérias que são retidas por uma falta de higienização bucal adequada, podendo evoluir para problemas mais sérios, onde a patologia bucal está constantemente estudando e avaliando como diminuir esses impactos.

  1. Cárie

Provavelmente a doença bucal mais conhecida, bem como a que mais afeta pessoas, já que também é causada pela falta de higienização bucal, causando dores e outros sintomas negativos, podendo até mesmo causar a febre.

  1. Gengivite

Uma doença que, diferentemente das outras, não afeta os dentes, mas sim a gengiva, por isso tem esse nome. É uma inflamação que ocorre pelas bactérias que podem estar presentes em sua boca, onde as mesmas se instalam em suas bordas, liberando ácidos e danificando a gengiva, fazendo com que a pessoa sofra dores constantes.

  1. Periodontite

Essa doença é um pouco menos comum, pois é uma forma evoluída da gengivite, porém, nesse caso, não se limite apenas a gengiva, mas afeta todos os tecidos e toda a ossada que é responsável por cuidar da estrutura dentária, podendo até mesmo acontecer a perda dentária, necessitando de uma cirurgia mais séria.

  1. Problemas no esmalte

O esmalte dentário é uma camada superficial do dente, responsável por proteger a dentina, que é um nervo responsável pela sensibilidade nos dentes, ou seja, se você tiver problemas no esmalte dentário é muito provável que você sofra com a sensibilidade nos dentes, reagindo negativamente a temperaturas extremas.
Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.